Amor não correspondido



A maneira obsessiva com que nos relacionamos com a natureza, usando-a com o propósito de apenas lucrar, é a mostra de como estamos perdidos. Como diz o poema de Roseana Murray:

Amor não correspondido
 vai virando tudo em deserto,
 vai calando a voz do mundo,
 vai tirando da água a sua nascente.
 Amor não correspondido
 vai tornando em folha seca
 tudo o que toca com os dedos,
 até perder seus espinhos
 e se deixar morrer nos vãos
 de uma tarde qualquer.


(Do livro A bailarina e outros poemas).

Clipe