SOLDADOS


Os brinquedos esquecidos
na penumbra do quarto
dizem que têm a minha cara.


Não sei se foi brincadeira
mas bastou ouvir aquilo
pra eu olhar mil espelhos.


Quando estou no quarto
olho nos olhos deles...
Quero de volta a saudade
dos meus brinquedos.


De tanto olhar e imaginar
eles envelheceram.
Então aconselharam
depositá-los num asilo.


Emburrado, guardei-os com cuidado:
eram caixas de soldados desarmados.


Libertei velhos aliados! –gritei.
- De hoje em diante quero amigos,
não quero subordinados!


Mamãe ficou chocada
quando percebeu
legiões de soldados
marcharem triunfantes
em cima da estante!

Clipe