Desejo


Hoje, quando você chegar, não diga nada, não me torne mais angustiado do que já estou. As infantilidades dos amigos, as contas pra pagar, as notícias de Brasília, as performances dos âncoras nos noticiários de TV. Por favor, não faça comentários acreditando me levantar! Fique por perto, entrelace com os dedos meus cabelos, olhe nos meus olhos em silêncio, com aquele jeito de promessa de que você sempre estará comigo quando eu chamar.

(Tiradas do Teco, o poeta sonhador)

Clipe