Andar sozinho

A moto anda sozinha. A diarista anda sozinha. O gari anda sozinho. Isabel andou com seu vizinho. Seu marido adora comprimidos. A auto-ajuda diz que posso andar sobre as águas como fez Jesus Cristinho. Mas eu quero andar fora dos trilhos. Levitar quando for me apaixonar. Abduzir todo meu bairro e seus gostos levianinhos. O bebê dorme sozinho. Vovô ronca bem sozinho. Só não ronca o robô que nunca dorme e não toma comprimidos. Como eu não sou robô vou tomar uns comprimidos e esquecer que ando sozinho.

(Tiradas do Teco, o poeta sonhador)
* Imagem do artista espanhol Luis Quiles.

Clipe