EMBAIXADAS

Escrito por Teco, o poeta sonhador.


Do seu jeito pé papudo,
o pé falou pra bola:
- Bola, se você
não pegar efeito
escapulir do goleiro
e entrar no ângulo,
vou cravar um espinho
no teu estômago
e ver você murchar
devagarinho!

Do seu jeito quica bola,
a bola falou pro pé:
-Pé, se de noite você
não me abraçar
debaixo do cobertor
e contar histórias
de aventura
e humor,
vou fazer você
errar o pé
e levar um tombo!

A bola e o pé
continuam
de embaixadinhas
conversando...

- Pé, bola, bola, pé...
Pé, bola, bola, pé...

Nem jogo é...
é blablablá!

Clipe