Lançamento de livros



Na programação da XXII Feira do Livro Infantil do Sesc e XIX Feira do Livro de Ijuí, neste sábado à tarde, dia 12, na Praça da República, aconteceu o lançamento de quatro novos livros. Os quatro autores que lançaram suas obras foram Albina Bandeira Marchioro, Américo Piovesan, Marli Meiger Siekierski e Vilmar Bagetti.
Fioravante Ballin, Coordenadora Maria Ivone Juswiak, Secretário Eleandro Lizot, professor Teobaldo Branco (D), promotores da Feira e autores em pose oficial após os lançamentos das obras na tarde do sábado, na Praça da República, na Feira do Livro de 2011.
A escritora Albina Bandeira Marchioro lançou o livro “Amor e Renúncia”, no qual ela aborda a problemática da sociedade atual e das nossas famílias, a falta dos valores e princípios e a ética familiar que se refletem negativamente em nosso meio, nas escolas e na sociedade.
A autora é integrante do Círculo dos Escritores de Ijuí “Letra Fora da Gaveta” e anteriormente escreveu outros quatro livros: As Girafas Gêmeas e as Águias do Terror, Poemas e Lições, Baby Girafinha e Catherina, a Imigrante.
O professor Américo Piovesan, que atua no ensino médio no Instituto Municipal de Ensino Assis Brasil – Imeab e de contação de histórias no ensino fundamental, fez o lançamento do seu terceiro livro da Coleção Teco, o Poeta Sonhador, que tem o título “Canções Pra Não Dormir”, voltado ao público infantil e adulto.
Américo Piovesan, que é um dos blogueiros do Ijuhy.com, havia lançado da mesma coleção, em 2007, “Os Mistérios do Porão” e em 2008, “Segredos do Coração”.
Em nome do Círculo dos Escritores de Ijuí “Letra Fora da Gaveta”, a professora e escritora Marli Meiger Siekierski, fez o lançamento do livro “Portas Abertas”, que reúne uma coletânea de textos, crônicas, contos e poemas produzidos pelos associados do CEILFG.
Este é o sexto livro dos associados do “Letra Fora da Gaveta” e participam desta edição os seguintes: Albina Bandeira Marchioro, Mário Anacleto Ruchel, Lilian Marion Smidt, Juarez Foletto, Ademar Campos Bindé, Claudio Rogério Trindade, Marli Meiger Siekierski, Teobaldo Branco, Zefira Joana Gheller de Souza, Waldir Dobler e Thomaz de Aquino Moraes.
O professor Vilmar Bagetti, nascido em Ijuí e que viveu boa parte de sua vida na região de Campo Novo e Bom Progresso lançou o livro “Você já pensou em morar numa pequena comunidade?”. Esse trabalho é fruto de suas investigações sobre as lutas e a vida nessas duas cidades.
Na introdução de sua obra, o autor afirma: “Bom Progresso e Campo Novo, embora pequenas cidades, guardam a memória de seu povo, que é muito acolhedor. O seu bioma é mata atlântica, fazem parte do noroeste colonial do Estado do Rio Grande do Sul. Sua população vive muito as relações de amizade e os seus personagens históricos são muito caros, bem como todos os fatos existenciais".

Veja a galeria de fotos e entrevista, no portal http://www.ijui.com/

Eu não o conheci - Oswaldo França Junior




Meu filho foi embora e eu não o conheci. Acostumei-me com ele em casa e me esqueci de conhecê-lo. Agora que sua ausência me pesa é que vejo, como era necessário tê-lo conhecido.

 
Lembro-me dele. Lembro-me bem em poucas ocasiões.




Um dia, na sala ele me pegou na barra do paletó e me fez examinar o seu pequeno dedo machucado. Foi um exame rápido.




Uma outra vez me pediu que consertasse um brinquedo velho. Eu estava com pressa e não consertei. Mas lhe comprei um brinquedo novo. Na noite seguinte, quando entrei em casa, ele estava deitado no tapete dormindo e abraçado ao brinquedo velho. O novo estava num canto.




Eu tinha um filho e agora não tenho porque ele foi embora. Este meu filho, uma noite me chamou e disse:
- Fica comigo. Só um pouquinho, pai.
Eu não podia, mas a babá ficou com ele.
Sou um homem muito ocupado. Mas meu filho foi embora.




Foi embora e eu não o conheci.

do livro As laranjas iguais. 2. ed. Rio, Nova Fronteira, 1985.

Clipe