MEU PAI

Meu pai tem que usar óculos para colocar a isca no anzol. Mas gosta cada vez mais de pescar.


Meu pai não lê as bulas de remédio, mas sabe de cor a maneira mais saudável de se alimentar.


Meu pai tem olhos perfeitos para enxergar longe, mas às vezes tropeça e se confunde com o que está debaixo do seu nariz.


Meu pai já teve mais paciência com seus amigos, mas continua a abrir as portas para eles.


Meu pai vive chamando a atenção sobre o certo e o errado, mas agora, acho que de tanto ler os jornais, silencia e aceita as coisas erradas dos governantes, que ele ajudou a escolher.


Fico orgulhoso do esforço de meu pai, embora muitas vezes ele se preocupa demais com o futuro, e esquece das coisas do presente.


Meu pai é meio distraído, ou finge não perceber tanta coisa que se passa comigo. Finge, sim! Porém, ator de tantas promessas e trapalhadas, meu pai é o melhor pai do mundo!


Ah, ia me esquecendo: mesmo distraído pra tantas coisas, meu pai nunca deixou de sonhar!


Clipe