MEUS SONHOS

Paul Klee - Na cidade do sonho



Não me aventuro
mais pelos cantos.
Os sonhos vêm
pé ante pé
tiram a roupa
põem pijama
contam histórias
fazem dormir.

Não domino meus sonhos.
Sou por eles escravizado.
Cochilo na rede
cochilo na sala de aula
cochilo no sofá
na hora da novela.

Na tenra espera
do sonho mais lindo
vem o pesadelo
e arrasa o meu cochilo...

Não confeccionei
troféus
para enganar
meus sonhos.
Riem de mim
quando, alucinado,
extravio as chaves
que fecharão suas portas!

Clipe