TUDO BEM


Se você é banguela

narigudo cego careca

ou tem cor diferente,

o que é que tem?


“Era uma vez

um gato chinês


que morava em Xangai

sem mãe e sem pai,


que sorria amarelo

para o rio amarelo,


com seus olhos puxados,

um pra cada lado.


Era um gato mais preto

que tinta nanquim,


de bigodes compridos

feito mandarim,


que quando espirrava

só fazia ‘chin!’


Era um gato esquisito:

comia com palitos


e quando tinha fome

miava ‘ming-au!’


mas lambia o mingau

com sua língua de pau”.


Esse poema se chama

“Gato da China”

e foi inventado

por José Paulo Paes.


Você pode ser orelhudo

grandão ou miúdo

usar óculos e ser tímido

chegar em último

e dançar sozinho

ter pai ou mãe diferente

ou ser adotado

ter amigos e sonhos invisíveis

e ainda assim ser livre

e descomplicado!


Clipe