ENCONTROS


As unhas do vento na janela
são carruagens que trazem
lembranças do amor.


Ecos distantes
ensaiam encontros
com tardes gloriosas.


Acreditei nas palavras da cartomante.
Nos bilhetes escritos
em guardanapos
da mesa do bar.


Os deuses esqueceram
de incendiar nossa alma
e desejar nossos desejos...


Os deuses nos abandonaram
quando viemos ao mundo.

Clipe