Antielegia eterea - Carlos Nejar




Na medida em que caem

os frutos, caem os homens,

caem as folhas, o sol cai

para o alto com as estrelas.

E eu, como um tronco

envelhecendo, vou ficando

oco por dentro e começo

a ser ocupado pelos passarinhos.

Começo a ser passarinho

no tronco. Até que o musgo

no céu me torne eterno.

Adote um poeta

 


Adote um poeta mesmo que seja pra guiar pela mão como bicho de estimação. Poodle, shitzu, pequinês, vira-latas. Asseado, perfumado, Don Juan das calçadas. Poeta galanteador, você sabe minha pouca intimidade com coleira, focinheira e roupinha do time do coração. Alimente a minha coragem pra entender as maluquices do mundo em suas viagens. Adote um poeta, meu algodão-doce, pra conduzir pela mão, como se Don Juan fosse...

Palestra sobre prática de leitura nas escolas



A SMED de Ijuí promoveu palestra com o professor e escritor Américo Piovesan na última terça-feira, 13, para os mediadores de leitura das escolas da rede municipal. A atividade fez parte do programa Todos pela Leitura, que visa a incentivar a prática da leitura nas escolas.
Primeiramente foi o abordado o tema da infância nos nossos dias. “Constata-se que essa, em boa medida, está sendo substituída pelo universo corporativo dos adultos, o qual é perpassado pela competição e individualismo. As crianças são submetidas à rotina adulta, com uma excessiva carga de atividades. O tempo da infância necessita ser o do lúdico e da imaginação. Ao abrir mão desse tempo, e das vivências nele envolvidas, estaremos sonegando das crianças uma formação mais humanizada. Isso leva a uma defasagem na sua formação ética, o que implica conseqüências quanto ao futuro, que é o de buscar um mundo melhor”, diz o escritor.
Um segundo tema debatido diz respeito ao papel do mediador de leitura. Para o escritor é fundamental que esse exercite sua sensibilidade e empatia, no sentido de ouvir o outro - no caso, as crianças e jovens das escolas. Empatia significa o esforço de se colocar no lugar do outro, e fazer pontes, para aproximar as gerações, tendo como elo de ligação os livros e a leitura. O mediador necessita diversificar seu repertório de histórias prestando atenção nas demandas dos alunos, tão diversificadas quantas são as faixas etárias.
Num terceiro momento, para sublinhar a importância das histórias, o palestrante enfatizou que necessitamos apostar na palavra viva - ou seja, de que um livro pode entrar na vida de uma pessoa a ponto de levá-la a mudar sua forma de pensar e de viver. A partir da psicanálise, que afirma que um dos objetivos das palavras como instrumento terapêutico é o de "diminuir o peso que cada um carrega" (Abrão Slavutski, Zero Hora de julho de 2013), vemos que as histórias que lemos possibilitam alcançarmos alguma leveza, isto é, suporta a vida pesada, com suas perdas, frustrações, privações.
 Para finalizar, Américo Piovesan procurou relacionar o poeta Vinicius de Morais à necessidade de formar leitores visando a um mundo melhor. Além da contribuição do grande poeta para popularizar a poesia através da música, o mesmo, com o espírito sensível (humanista) de sua obra, serve de contraponto à nossa sociedade pautada pelo individualismo, competição, vazio existencial, e onde os negócios perpassam boa parte das relações entre as pessoas.

Grilado


Tua música
não é hip hop nem rock
regae foxtrot ou rap.
Tua música é estado de graça.

Se meu coração
parece um vulcão,
como posso querer
que se abram flores
em minhas mãos?

Minha aura 
Frankenstein
num vermelho incerto
acusa o golpe
quando passas
por perto.

De que modas preciso
de piercings e brincos
alegres e doloridos
para te encantar?

Minha vontade
é invadir teu território
e fazer  a loucura
de cantar o meu amor
pra todo mundo ouvir
do décimo primeiro andar.

Quem sabe eu mude
minha estratégia:
invista numa TV 
celular internet crediário
e carregue sempre comigo
códigos e senhas
gramática e dicionário.

Sei, no apagar das luzes,
somos pouca coisa
quase um “Eu, etiqueta”
como disse o poeta.
No final da festa
não sou grande coisa
e, tudo quanto é coisa,
me locupleta!

Anote e (a)guarde:
ainda não tenho idade
pra cair em desgraça.
Com tua presença
afundo na fossa
sem identidade reputação 
nem nome limpo na praça!

Areia e espuma - Gibran Khalil Gibran




Somente uma vez fiquei mudo: quando alguém me perguntou: "Quem és tu?"

***
A verdade de outra pessoa não está no que ela te revela, mas naquilo que não pode revelar-te.
Portanto, se quiseres compreendê-la, não escutes o que ela diz, mas, antes, o que não diz.

QUE TAL, POETA? - Jorge Costa Melo


Neste universo
de amores tão dispersos
o poeta se agarra a seus versos
e vai seguindo um caminho.

Talvez lhe faltem carinhos
talvez se sinta sozinho...

Mas, poeta, 
que tal uma namorada?
dessas bem assanhadas,
despudorada, atrevida
que te mostre um recomeço
que te revire do avesso
e te devolva pra vida!!

Não é uma boa pedida?

Clipe