Não me abandone papai



Papai, não me deixe só aqui neste balão de ensaio.
Não permita que os pesadelos apaguem a luz do meu quarto.
Não movimente as mesmas peças de ontem
quando você se esqueceu de mim para cuidar dos negócios.
Papai, você não podia abandonar teu menino.
Hoje ele é teu mas depois vai crescer e será do mundo.
Seja pai, cuide dos negócios e também do filho.
Teu filho dormia o sono dos anjos no banco do carro.
Mas no meio dessa noite de sonhos ele acordou.
Estava sozinho num mundo gigante a viver seu percurso estranho.
Papai, sinta a dor do menino jogado em meio a essa louca engrenagem.
Papai, você não devia esquecer do menino.
Negócios são apenas negócios.
Filhos são outros quinhentos.
Viver como pai como filho como amigo viver assim são outras engrenagens.
Negócios se esquecem.
Tragédias marcam pra sempre.
Não deixe elas voltarem seja as dez da manhã ou as cinco da tarde.
Viver é uma aventura constante. Mas não me deixe aqui sozinho.
Adultos querem currículo emprego e passar no vestibular.
Basta à criança poeta ensaiar na roda gigante do parque com adrenalina e frio na barriga a marcarem sua vida.
Papai, hoje teu filho teve olhar de terror.
Aprendeu de vez a dor da solidão.
Papai, nunca mais abandone o teu filho.
Acorde. Evite o pesadelo de o menino te abandonar amanhã.

Clipe