Rio




Rio de mim
dos meus conflitos
por estar sem roupa
e por falar esquisito.
Rio quando estou só
falo alto e me tomo de assalto
então me assusto pois recordo
a água indiferente a passar
sob a ponte.
Rio do mundo:
mundo novo
velho mundo.
Rio de tudo e até mesmo
das lembranças.
Me visito:
não tenho idéias
nem platéia
além das velhas.
Rio das crenças
e mentiras verdadeiras.
Rio dos filmes que vi
e dos que deixei passar.
Rio sem graça quando penso
que posso perder o rumo sem o rumor
de uma aventura que não vivi.
Rio da vida minha arte.
Rio do dinheiro e felicidade.
Rio o tempo inteiro
só pela metade.
Rio por alimentar
o meu mundo artificial.
Rio por ser escravo conquistador.
Rio do ciúme e do amor.
Rio dos vermes
rio das traças
rio das agendas
rio das desgraças.
rio dos pobres
rio das causas
rio das canções
rio das falas
rio espontâneo
rio sem valor
rio, meu rio,
sem teu riso
nada sou!

Clipe