DOIS MIL E OITO DE PIJAMA E VIDA MANSA

Onze da noite
de pijama
e vida mansa
me cansa.

Tomo mais
um milk shake
morro de rir
quando uma barata
passa.

Moro ao lado da sorveteria.
Ela tem todos os sabores
que um menino sonharia...

(Acreditem, por favor,
tem até sabor de amor!)

Esticado no sofá
desliguei a TV
e o vídeo-game.
Estou pensando
nas viagens que farei
para conhecer
as delícias desse mundo!

Dois mil e oito
mil e uma histórias,
futebol e aventuras...

Meus pais me embalam...
e sacodem!
É hora de ir pra cama,
e essa vida mansa
me cansa!!

CANTIGA DE BABÁ - Cecília Meireles

fffffffffffffffffffff
Eu queria pentear o menino
como os anjinhos de caracóis.
Mas ele quer cortar o cabelo,
porque é pescador e precisa de anzóis.
fffffffffffffffffffff
Eu queria calçar o menino
com umas botinhas de cetim.
Mas ele diz que agora é sapinho
e mora nas águas do jardim.
fffffffffffffffffffff
Eu queria dar ao menino
umas asinhas de arame e algodão.
Mas ele diz que não pode ser anjo,
pois todos já sabem que ele é índio e leão.
fffffffffffffffffffff
(Este menino está sempre brincando,
dizendo-me coisas assim.
Mas eu bem sei que ele é um anjo escondido,
um anjo que troça de mim।)
fffffffffffffffffffff

Clipe