SE FOSSE VOCÊ





Que camisa escolheria para combinar com as bermudas, meias e chinelos?
Que cores usar, para ser notado, no centro, no horário comercial?

Não vale o apelo às massas, Big Brother, novelas, só você, vendedora favorita, com sua intuição fervorosa, poderá me ajudar.

Sei, tenho todo o tempo do mundo para me debater no espaço vago do provador, enquanto, do alto, o ventilador rosna pra mim, igual um cão policial.

Você não sabe, mas posso estar traumatizado com o novo milênio e suas imagens violentas, sexo, fome, riqueza, luxuria.

Descobri, para meu desespero, que o ventilador sopra, de cima para baixo, projéteis quentes mal-encarados.

Só você pode dizer que cores combinam com uma estação de excessos, sul com sol, sudeste com chuvas, norte destemperado...

Você sabe, o clima anda indeciso e eu me deixo contagiar.

Ponhas-te no meu lugar e verás como falta sentido ao calendário. Programamos viagens de mentirinha nos feriados, para curtir as promessas desfeitas, e os pecados morrem de vergonha diante de nossas culpas.

Se fosse você, com que cara responderia ao telefonema do cobrador?

Como seria teu aceno aos vizinhos, depois dos arrotos ensandecidos da noite que passou?

Você também programa viagens exóticas nas férias, já sabendo que vai bolar “simples e boas” desculpas para justificar por que ficou por aqui?

Ah, se fosse você...

No meu lugar, você passaria a tarde nas lojas, quebraria o tédio das vendedoras, pra despertar seu ódio com a indecisão de tuas escolhas. Deixa eu ver aquele vestido, Puxa, mas que lindo esse detalhe! Nenhuma amiga minha tem igual!

Ficaria horas no provador e diria, para desespero da pobre que te atende, Puxa, hoje sim ganhei a tarde!

No meu lugar, depois de olhar mil coisas, você descartaria boa parte das picuinhas, voltaria para casa com meia dúzia de sacolas, que vão se juntar a centenas de outras, socadas nas prateleiras.

À noite, se engajaria no mutirão de salvação do planeta, enviando mensagens que entopem caixas de e-mails, preocupada que estás com a consciência ambiental...

Se fosse você, simplesmente diria: Agora, sim, é pra valer!

Clipe