Poema de Teco

Poema de Teco, o poeta sonhador


Pingos prateados
de chuva
voam da árvore
até o veludo
do chão.


São notas musicais
que pousam
de pára-quedas
no meu coração.

Clipe